« Home | pequena verdade para se compreender a beleza da pe... » | ciência e fritos » | conceptuário: 8 - mística » | um filme para adultos » | elogio do devir » | estado de graça » | o que eles agora sabem » | conceptuário: 7 - (saída do) estado de natureza » | solilóquio » | a inconfessável gestão da morte » 

20 junho 2004 

vítima da memória


Nem sempre conseguimos descobrir o nome dos rostos com que nos deparamos. Encontramos alguém na rua, lemos no sorriso cúmplice os lugares fugazes por onde no passado ele habitou, mas passamos toda a conversa com o sobressalto dos pecadores: desconhecer o conhecido. Por mais esforço que façamos, não há palavra que nos retire aquela presença do esquecimento. Por fim, afastados, sentimos o alívio de quem soube encobrir a fragilidade. Nos minutos seguintes, todavia, seremos ocupados pelo remorso incompreensível e dilacerante das vítimas.

|