« Home | panteísmo ou o mundo depois do terramoto » | genesis da natureza » | o'neill » | a matemágica » | um conto de Natal (ou o que verdadeiramente quer d... » | still the wrong way » | amina (pensando em) » | elas erguiam-se azuis » | o nome do nome » | ainda agora é agora... » 

29 dezembro 2004 

retratos: o espumante



Eu sou a garrafa que acredita que existem anos novos porque esse é o único modo de libertar o gás que me amachuca.

|